Chat with us, powered by LiveChat

Como a tecnologia pode combater o câncer de mama

Mamografia 3D da região craniocaudal esquerda

No primeiro post da série especial Outubro Rosa, falamos sobre como as redes sociais podem contribuir para ajudar (ou atrapalhar) a prevenção e o tratamento do câncer de mama. Neste segundo post, vamos apresentar outras tecnologias que estão inovando no combate à doença.

 

Inteligência artificial para prever e tratar a doença

A área de saúde há muito tempo utiliza a tecnologia para analisar e armazenar dados dos pacientes, mas a aplicação de inteligência artificial nesse meio é bastante recente.

Entretanto, só neste ano foram anunciadas duas soluções surpreendentes, que buscam auxiliar a prevenção do câncer de mama. Conheça mais sobre elas a seguir.

O primeiro modelo anunciado foi desenvolvido pelo Laboratório de Ciências da Computação e Inteligência Artificial do MIT (CSAIL) em parceria com o Hospital Geral de Massachusetts (MGH) e prevê quais são as chances de uma paciente desenvolver a doença nos próximos cinco anos.

O segundo, fruto do trabalho da IBM Research – Haifa (uma das divisões de pesquisa da IBM), consegue fazer o mesmo tipo de previsão até um ano antes de o câncer se desenvolver.

 

Por que esses modelos são importantes?

Descobrir a probabilidade de desenvolvimento de câncer de mama com antecedência reduz a quantidade de exames desnecessários aos quais as pacientes são submetidas e o estresse causado por diagnósticos imprecisos.

Além disso, a tecnologia torna as avaliações mais precisas para todas as etnias. Pesquisadores da área afirmam que as mulheres negras, por exemplo, apresentam 42% mais chances de morrer em decorrência do câncer de mama. Assim, com os modelos de inteligência artificial, a detecção é personalizada e o tratamento pode ser direcionado de forma correta.

A inteligência artificial tem auxiliado não só na prevenção, mas também no tratamento da doença no Brasil. Algumas das aplicações mais recentes dessa tecnologia são:

  • Análise muito mais rápida e precisa da área em que a radiação deve ser direcionada nos tratamentos de radioterapia;
  • Correlações entre artigos científicos, registros de casos já tratados, diagnósticos recentes e informações anotadas nas consultas para personalizar o número de sessões e os medicamentos utilizados no tratamento de cada paciente;
  • Identificação da origem do tumor em casos de metástase.

É importante ressaltar que a utilização da tecnologia contra o câncer não se restringe a sistemas e plataformas complexas, utilizadas somente pelos profissionais de saúde. Prova disso é que muitos apps têm surgido para dar suporte a quem já está em tratamento.

Acompanhe o nosso blog e redes sociais e conheça 7 apps que facilitam a prevenção e o tratamento do câncer de mama.


A CroSoften é uma empresa especializada em engenharia de sistemas e tecnologia, oferece uma série de serviços inovadores como aplicativos móveis, sistemas web e computação em nuvem, além de consultoria completa em tecnologia e marketing digital.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *