Você sabe o que é escopo aberto ou fechado e como decidir qual escolher para o seu projeto?

Você que chegou no site da Crosfoten, com certeza pensa em desenvolver um aplicativo ou um software para a sua empresa. Então, leia este artigo e veja qual a estratégia de desenvolvimento, que é melhor para a sua solução.

O escopo aberto ou fechado, nada mais é do que uma definição das regras da operação. Isto é, ele exibe quais são os limites a serem traçados para desenvolver o projeto.

Portanto, o pedido inicial da solução, tem uma clara visão da amplitude. Por exemplo, os preços, os prazos e os objetivos finais. Que por fim, serão influenciados, pela abertura ou fechamento de escopo.

 

O que é o escopo aberto?

O escopo aberto, prevê as formas de realizar as mudanças no projeto definido previamente. Isto é, só acontece quando o cliente ou a equipe de desenvolvimento solicita a alteração.

Nesse caso, ocorre alteração de um orçamento previsto. Ou seja, os custos aumentam ao longo do tempo.

Isto é, o cliente aponta qual é o resultado que deseja para a solução. Neste sentido, a empresa de TI tem o papel de encontrar o melhor caminho para as correções. Por exemplo, encontrar os problemas, as sugestões e as melhores ideias. Assim, existe a possibilidade de adaptar os processos de desenvolvimento.

 

O que é o escopo fechado?

O escopo fechado, minimiza ao máximo os desvios do projeto original. Claro que algumas mudanças são realizadas, quando necessário. Mas isso acontece raramente.

Isto é, os valores não superam o orçamento definitivo. Assim, o cliente recebe a solução aprovada no início do acordo e mantém a previsão de entrega.

Contudo, é apenas uma aparente segurança. Porque, caso o cliente perceba  que alguma funcionalidade precisa de modificação. Infelizmente, a correção do projeto, não será possível realizar.

Neste caso, o cliente pode solicitar um novo projeto, para fazer as mudanças necessárias. Por isso, é preciso criar um projeto em escopo fechado, para as alterações.

Ou seja, as funcionalidades serão limitadas. Com isso, impede que a solução, tenha algumas estratégias ou requisitos sejam implementados.

 

Qual o modelo mais vantajoso?

As diferenças entre eles se resumem, na questão sobre a liberdade de mudanças no projeto. O escopo aberto abre essa possibilidade, enquanto o fechado faz com que as equipes, foquem estritamente o proposto. Independentemente dos problemas que ocorram durante o percurso.

O escopo fechado, trabalha com um orçamento que não altera o valor final. Que é o meio mais seguro, para quem possui um budget limitado.

Agora, o escopo aberto, o pagamento é baseado nas horas de trabalho das equipes. Em caso de alterações, esse valor será menor. Pois já está incluso no processo. Além disso, a liberdade para os processos de inovação, é algo fundamental para determinados projetos.

Muitas vezes, os desenvolvedores têm maior liberdade no processo. Isto é, facilidade em adaptar, adequar e alinhar o projeto na perspectiva do cliente.

Isto é, os projetos acontecem de forma escalável, com ágil e personalizados para as demandas do negócio. Assim, evita que a solução atrase.

Na Crosoften,  um projeto com escopo aberto, você compra uma solução. Mas no projeto com escopo fechado, você compra um produto. Que nem sempre é a solução que você precisa.

Isto porque, no projeto com escopo aberto você tem liberdade para pensar  e recriar todo o projeto.

 

Priorize as mudanças no escopo

Escopo aberto ou fechado e como decidir?

Priorizar as mudanças no escopo é importante, principalmente, quando se usa metodologias ágeis. Porque este método, é um dos princípios para possíveis mudanças de seguir dos planos de forma restrita.

Portanto, para tomar uma decisão mais acertada, apontamos algumas dicas que auxilia nos processos:

. Duração do projeto: para aqueles de longo prazo, algumas vezes os problemas surgem. Os quais ainda não são previstos pelas equipes. 

Isto é, este problema só identifica durante o processo. Portanto, a flexibilização é mais interessante, porque o cliente precisa de agilidade na entrega. Então, o escopo aberto, é favorável para o desenvolvimento da aplicação.

. Orçamento: para budgets mais enxutos, as alterações elevam o valor do projeto e comprometem a sua execução. É importante avaliar esse tipo de questão.

. Natureza do projeto: aqueles que incentivam a inovação, precisam de liberdade para atuação. Portanto, se têm um caráter mais engessado, o melhor é o escopo fechado.

. Considere todos os pontos abordados acima: para fazer a sua escolha de forma assertiva. Compreendendo com maior exatidão, quais são as principais diferenças entre o escopo aberto e fechado.

Quando você identifica quais os projetos, permite a adoção de cada modelo. Assim, ter melhores resultados, para a sua aplicação ou software.

 

Como escolher o melhor para o desenvolvimento de software 

Agora que você sabe o que é escopo aberto ou fechado e como decidir qual usar para a sua aplicação. É o momento da sua empresa desenvolver a solução.

Para concluir, fazer essa escolha envolve entendimento do momento. Isto é, das possibilidades financeiras e da solução que a aplicação necessita. Por isso, contratar uma empresa de TI, facilita essa compreensão.

A Crosoften te ajuda a escolher o tipo de escopo específico, que atenda as necessidades de sua empresa. Então, entre em contato com o time de consultoria e #vamosjuntos!