A Inteligência Artificial está reestruturando empresas, ela não é somente uma ficção científica. É perceptível que se torna realidade para momentos decisivos no avanço tecnológica de inúmeras empresas que se preparam para o crescimento, competitividade e para o novo formato do mercado na Indústria 4.0.

Assim, aprendendo todos os conceitos dessa nova era digital, será possível transformar e até mesmo desfrutar por completo todos os modelos de negócio. A tendência é que esse impacto da IA seja ainda maior. Por isso, as empresas precisam se preparar para a transição tecnológica que acontece agora.

 

Como a I.A. ajuda as empresas?

Com a implementação da Inteligência Artificial pode automatizar o tempo de trabalho, fazendo com que os profissionais da área estejam mais aptos a realizarem funções mais complexas.

Um exemplo disso são os serviços comerciais como o SAC, com acesso ao armazenamento em nuvem. Com a utilização de IA no atendimento ao cliente, é possível reconhecer imagens, localizar documentos e extraindo toda informação necessária que o colaborador ou cliente precisa.

A Inteligência Artificial é capaz de detectar contratos e realizar identificação de um determinado produto no momento da compra e venda. Também calcular o tempo de entrega e todas as diretrizes que a empresa exige. Vale ressaltar que a IA não está tomando os lugares dos funcionários e sim otimizando o tempo de trabalho. No entanto os funcionários devem se preparar para integrar a essa nova tecnologia e suas exigências.

Além de otimizar o tempo de trabalho, também tem a funcionalidade de gerir informações internas de cada setor da empresa. Gerando relatórios da equipe de trabalho e em quais áreas estão sobrecarregadas ou se têm insuficiência profissional. Algumas podem mostrar os padrões de trabalho das equipes melhorando a produtividade.

 

Quais setores que podem aplicar a inteligência artificial?

Em todas as áreas que possa imaginar!

Não somente indústrias ou comércios existentes, mas também para novas categorias de empresas que nascem com o avanço da era tecnológica e isto está acontecendo de forma acelerada com o surgimento do COVID-19. A crise fez muitas empresas em escala global se adaptarem a novos modelos de trabalho.

 

É perceptível a transformação digital e suas aplicações em vários seguimentos como:

E-commerce

São lojas virtuais e já trabalham com a IA.  O modelo de trabalho dessas empresas é automatizado, com a capacidade de gerar documentos e disponibilizando informações de produtos e envio de forma inteligente. Aumentando as chances de envolver o cliente com a marca e fazendo com que a empresa seja mais visível online.

User Experience/Experiência do usuário (UX)

Antes de mais nada os aplicativos são exemplos de UX, facilitando a vida do usuário para ter uma boa experiência quando está em contato com o app e pode ser notado em vários seguimentos. É fundamental pensar que a experiência do usuário é a união da tecnologia, IA, usabilidade e agilidade na hora da venda.

Meio Ambiente

A inteligência artificial pode ser aplicada para beneficiar, proteger por meio de áreas de construção civil, agropecuária e preservação do ecossistema. Prevendo e sugerindo alternativas de preservação ao utilizar tecnologias que oferecem ferramentas como bancos de dados e estatísticas relacionadas.

Área Financeira

Empresas como bancos e seguradoras saem em vantagem e automatizar suas atividades. Porque já utilizam IA para análises para a concessão de crédito e cotações por meio de processos automatizados. Filtrando informações e sugestões que possam tomar decisões relacionadas aos recursos financeiros de uma empresa.

Marketing

A IA auxilia os profissionais de marketing a filtrar informações com precisão, mapeando tendências, comportamentos e preferências de acordo com o perfil do consumidor. Com a eficiência e agilidade de traçar estratégias de acordo com as interações de compras realizadas.

Área Jurídica

A tecnologia pode auxiliar na localização e classificar assuntos jurídicos de interesse com auxílio de softwares que armazenam em bancos de dados todos os documentos processuais. Além de casos complexos o profissional pode fazer a busca utilizando uma palavra chave para encontrar um determinado caso que está em julgamento.

Área da saúde

A inteligência artificial pode ter um papel fundamental e apoiar os médicos em diagnosticar doenças ou descobrir alguma patologia do paciente de forma precisa que as vezes não é perceptível a olho nu. Para ser que a medicina seja mais ágil, é necessário software para alimentar a máquina com informações de novos diagnósticos.

Área de Recursos Humanos

Os profissionais de RH terão auxílio da IA para otimizar diversos processos nas empresas que envolve analisar atividades repetitivas e deslocar os colaboradores para funções que precisam de mão de obra. Outra vantagem é a cultura de organização e treinamentos de funcionários contratados, auxiliando na implementação e gerenciamento de novas tecnologias operacionais.

Área de TI

Que está em vantagem por trabalhar com tecnologia, mas a inteligência artificial pode impactar e até mesmo substituir algumas funções como help desk, administração de sistemas, suporte e gestão de projetos. Mas vale ressaltar que alguns cargos extintos, o profissional de TI sempre continuará se reciclando e buscando novas soluções tecnológicas.

Área Educacional

Enfim, a Inteligência Artificial pode automatizar com softwares na expedição de tarefas administrativas para professores e instituições acadêmicas. Ajudando nas necessidades específicas de cada aluno, gerando conteúdos inteligentes com qualidade semelhante de um educador. Contendo conteúdos virtuais, reuniões e palestras em videoconferências.

 

Qual o impacto da Inteligência Artificial nas empresas?

Como já se pode imaginar, a Inteligência Artificial pode trazer benefícios para as empresas que decidem investir nessa tecnologia. Porém, o que a torna ainda mais proveitosa para as organizações são os benefícios que poderão ser obtidos ao empregá-la e essa impacto pode transformar a empresa que se adequar a tecnologia.

Proporcionando melhor uso dos atendimentos inteligentes e automatizados com precisão, segurança da informação com detectores de prevenção de intrusões, agilidade no fornecimento de produtos da empresa entre outros que a inteligência artificial pode oferecer.

À medida que as tecnologias de IA avançam, é inevitável que as substituições aconteçam. É necessário também que os profissionais sejam realmente interessados por tecnologia e que se capacite frequentemente para conseguirem trabalhar com algoritmos sofisticados.

Além disso, é necessário que as empresas passem por processo de transição, entender que muitas tarefas realizadas por humanos podem ser feitas por robôs e que isto pode gerar economia em alguns setores. Precisam ter em mente a necessidade de profissionais com um novo modelo curricular para preencher a vaga.

A Indústria 4.0 está apenas começando e com o empurrão da pandemia do coronavírus, este processo transformação digital foi acelerado de forma exponencial e todo o conceito de trabalho presencial agora é realizado remoto. Fazendo muitos enxergarem que é necessário buscar qualificação para acompanhar a evolução digital.

Portanto, entender que as máquinas não vieram para disputar com os humanos e sim evoluir juntos com elas. Quanto mais aprender a trabalhar com a Inteligência Artificial melhor será a adaptação, com possíveis surgimentos de novas tendências que podem revolucionar o modelo tradicional de negócios.

 

Quer fazer parte do mercado 4.0? Fale com um de nossos consultores.

Preencha o formulário em nosso site ou envie um e-mail para: [email protected].